terça-feira, 9 de maio de 2006

Sempre o profissional. Do caos, mas extremamente profissional.

3 comentários:

david disse...

Falando em tv e carpenter, eu curto Alguém me Vigia

Filipe disse...

Eu acho que o filme tem problemas de ritmo menos por culpa do Carpenter e mais porque o roteiro cria uma situação onde os personagens seguem repetindo que localizar o filme é quase impossivel quando na verdade ele só tem uns vinte minutos pra lidar com isso, o Carpenter acerta o timming das cenas como pode mas passa uma impressão que o miolo é corrido demais (o que inclusive é algo recorrente em series policiais, portanto entra bastante no que você esta destacando que o Carpenter não estar fugindo de fazer TV).

Lord Summerisle disse...

tirando a seq. no galpão, totalmente arremessada lá no meio do filme, e mais uma ou duas cenas curtas pouco inspiradas, é um dos melhores Carpenters – um filme de horror mesmo, atmosférico pra caceta, como ele não fazia há muito tempo.

Arquivo do blog